Você já usa os novos canais de vendas da internet?

17 de janeiro de 2019 por na categoria Vendas com 0 e 0

Quer começar 2019 com novas ideias de canais de vendas? Então vamos, lá!

Se você acompanha nosso blog, já percebeu como os canais de vendas mudaram e se modernizaram, não é mesmo? Mesmo se você ainda não conhece nosso blog, acredito que já ouviu falar de marketing digital, redes sociais, marketplace e outros canais de vendas que surgiram nos últimos anos.

Mas eu preciso estar em todos esses canais de venda? Depende de qual for seu objetivo em relação a alcance de público-alvo e qual o comportamento de compra do seu cliente.

Mas afinal, o que são canais de vendas?

Em poucas palavras, um canal de venda é o meio por onde uma empresa comercializa produtos e serviços, seja online ou offline. Ou seja, através dele você poderá receber contato de cliente e do público que ainda não é cliente, mas que deseja comprar ou obter informações sobre seu negócio.

O primeiro passo para saber se ações online ou offline serão efetivas é saber qual o perfil do seu cliente. Por exemplo, se a faixa etária do seu público é de 18 a 25 anos, suas ações serão diferentes de uma empresa que vende para a faixa etária de 45 a 60 anos. Por isso é importante determinar quais os perfis dos seus clientes de acordo com os produtos que são oferecidos pela empresa.

Redes sociais e e-mail marketing

Você sabe qual rede social foi a mais usada em 2018? Veja só esses dados coletados pela Statista em outubro de 2018:

  • o Facebook é o campeão com mais de 2 bilhões de usuários ativos;
  • em segundo, o Youtube, com quase 1,9 bilhão;
  • em terceiro, o WhatsApp com 1,5 bilhão;
  • o Facebook Messenger surpreendeu em quarto lugar com 1,3 bilhão;
  • e Instagram em quinto com 1 bilhão de usuários.

O Facebook é campeão de acesso e usuários há anos e isso ninguém pode questionar, pois tenho certeza que todo mundo que você conhece usa o aplicativo. O Instagram está se tornando fenômeno entre os internautas mais jovens, com faixa etária de 16 a 29 anos (estimativa que pode variar de acordo com estados e países) e nos Estados Unidos há uma onda de migração para o aplicativo que valoriza fotos bonitas e lifestyle. No Brasil, essa onda migratória ainda é pequena, mas já é possível perceber que o público do Instagram está reagindo bem aos anúncios, tanto quanto o público do Facebook.

O Youtube é um fenômeno impressionante, não só em números e acessos, mas também em produtores de conteúdo. Se o seu produto precisa de manual de instruções ou informações extras de como ser usado, o Youtube se torna essencial no seu planejamento de marketing. E por quê? Porque é muito mais fácil explicar algumas funções através de vídeos do que imagem e texto. Vou dar um exemplo prático. Recentemente adquiri a licença de um software de edição de vídeo o qual é diferente do que eu estou acostumada a usar. A primeira coisa que fiz foi entrar no canal da empresa no Youtube para me atualizar e conhecer melhor as ferramentas. E isso ocorre com muitos produtos. E mesmo se o seu produto não necessitar de muitas explicações, o vídeo desperta curiosidade e aguça seu cliente a querer comprar.

O Facebook Messenger vem ganhando espaço, principalmente se estiver aliado à tecnologia de Chatbots. Em muitos sites já podemos ver que o material criado pela empresa será enviado via Facebook Messenger. Essa técnica aliada aos Chatbots cria uma sequência de mensagens que serão mandadas de tempos em tempos para lembrar o seu cliente de sua existência.

E o WhatsApp? Também é classificado como canal de vendas? Sim! O WhatsApp Business foi criado exatamente para auxiliar na venda das empresas. Com ele, você tem sua conta empresarial verificada e poderá usar a lista de transmissão para mandar novidades para seus clientes e também receber contato para agilizar nas dúvidas ou problemas que o cliente possa ter. Utilizá-lo como um dos canais de vendas da empresa é muito eficaz, principalmente se o seu produto é de consumo imediato, como alimentos, moda, livros, etc…

Além das redes sociais, temos o e-mail marketing, uma das formas digitais mais antigas de se comunicar com o cliente e que até hoje funciona muito bem. Usá-lo em sua estratégia de marketing faz o cliente ter um relacionamento com sua empresa e suas novidades, e não é uma forma de comunicação interruptiva, pois quem recebe tem a liberdade de abrir ou não o e-mail. Mas tome cuidado para que sua estratégia não vire spam e comece a incomodar o cliente com o que ele não quer.

E-commerce e Marketplace como canais de vendas.

O seu site ainda não tem uma loja virtual? Então é melhor revê-lo. O ano de 2018 foi 31% mais lucrativo que 2017 e para 2019 o aumento de vendas não fica atrás. Temos um texto mais profundo sobre e-commerce em nosso blog e que poderá ajudá-lo a tomar essa decisão. Não se esqueça que uma loja virtual abre a porta para vendas impulsivas e para o mundo todo sem restrição de cidade, estado e até mesmo país.

Os marketplaces (Mercado Livre, Lojas Americanas, Ponto Frio, Amazon, Extra, Casas Bahia, entre outros) são ótimos canais de vendas para começar a expandir seus negócios no meio digital. Neles, a visibilidade do seu produto é maior do que um e-commerce que ainda está começando e não tem fôlego para altos investimentos em marketing.

Existem outros canais de vendas para sua empresa atuar? Existem, mas estes são os principais e se sua empresa está buscando mais vendas, é preciso definir muito bem quais os melhores canais de vendas a serem utilizados. E você também pode descobrir quais desses canais estão gerando mais retorno. Para isso, entre em contato com um especialista da Toulouse e receba um diagnóstico gratuito. 

Adicionar comentário

© 2018 ~ Desenvolvido por Toulouse Comunicação - (11) 4590.0103