Como fazer sua loja virtual vender mais

29 de novembro de 2018 por na categoria Vendas com 0 e 0

Uma loja virtual é mais do que um site bonito e estiloso, é um complexo de operações que, se feitos corretamente, trazem um retorno crescente e escalável. Uma prova disso é que em 2017 as vendas online alcançaram R$ 47,7 bilhões. Isso representa um aumento de 7,5% em relação a 2016. O ticket médio por consumidor também se ampliou, passando de R$ 418 em 2016 para R$ 429 em 2017, ou seja, um aumento de 3%. A expectativa para 2019 é um aumento de 12% no ticket médio.

Com estes números, mostramos a você que ter uma loja virtual é uma excelente oportunidade de sua empresa ter mais um canal de vendas, de modo a atender a demanda dos consumidores que preferem as compras virtuais.

10 dicas para sua loja virtual vender mais:

1. Prepare-se!

Vender online não é tão simples como parece. Quem já está no ramo sabe que existem muitos processos por trás de uma venda, então estar preparado é a melhor forma de começar ou alavancar as vendas. O seu estoque tem que ser monitorado de perto, pois uma loja virtual não pode vender sem ter o produto para enviar. Imagina ter que avisar o cliente que a compra foi cancelada por falta de estoque! Chato, não é? Com certeza você perderá esse cliente e possivelmente ele comentará com outras pessoas sobre o problema que teve com sua loja virtual.

A logística de entrega também precisa estar alinhada, não adianta colocar nos Correios ou transportadora e não verificar se deu tudo certo com aquele pedido. Se há regras para o pedido ser postado no mesmo dia, deixe isso claro e de forma acessível aos visitantes da sua loja online. Por exemplo, você pode optar por enviar pedidos pagos até às 14:00 no mesmo dia, e isso precisa ser avisado ao cliente, para ele saber que há prioridades para quem paga mais rápido. Deixando um aviso assim, você incentiva a venda e o pagamento imediato.

2. Loja em pleno funcionamento

Sua loja precisa de alguns detalhes em pleno funcionamento, e também de monitoramento constante. A finalização da compra, a navegabilidade e agilidade de finalização de cadastro são três pontos essenciais a qualquer loja virtual, e não podem falhar. Se a navegabilidade for ruim, o cliente vai desistir de finalizar a compra antes mesmo de chegar no carrinho.

Sempre que pensar em navegabilidade pense em agilidade de carregamento da informação e da foto do produto e também na facilidade de encontrar produtos. A finalização da compra é feita no carrinho de compras, que deve ser de fácil visualização dos preços e dos descontos. A exclusão ou inclusão de produtos também é importante nesta etapa.
O cadastro de um cliente novo tem que ser fácil e com pouca informação, pois um formulário grande e cheio de detalhes pode atrapalhar a finalização da compra. Hoje em dia, as pessoas querem coisas fáceis e ágeis, se começar a perguntar muito, pode ser um motivo de abandono de carrinho.

Se suas vendas estão ruim, um destes três motivos pode ser o problema principal do seu site. E não se esqueça que navegabilidade também é relacionada com velocidade de abertura de produto. Existem plugins para limpar o cache do site e deixá-lo mais rápido, por isso não exite em usá-los.

3. Plataformas
Existem várias plataformas prontas para criação de loja virtual, gratuitas e pagas. As gratuitas, de modo geral, requerem maior dedicação de tempo para a construção da loja e cadastro dos produtos. Já as plataformas pagas, geralmente, são mais ágeis no cadastro dos produtos e criação de layout. Preocupe-se em ver o que é oferecido por cada uma das plataformas, de modo a encontrar a que atende às suas necessidades.

4. Marketplace
B2W, Mercado Livre e Via Varejo são os três maiores marketplaces do Brasil. Eles podem ajudar a alavancar suas vendas rapidamente e cada um deles têm regras e taxas diferentes.

5. Cumpra o prometido
Promoções, descontos e outras promessas feitas ao consumidor devem ser respeitadas e cumpridas. Nada mais chato do que uma empresa não cumprir com as promessas. Se sua empresa não puder oferecer descontos ou fazer promoção, não faça. Melhor manter a imagem da empresa do que colocá-la em risco para agradar ao cliente.

6. Ferramentas
Dentro de cada plataforma existem inúmeras ferramentas para ajudar você a gerenciar sua loja virtual. Procure por ferramentas que auxiliem você e sua equipe a entenderem o comportamento do cliente, principalmente quanto tempo ele passa em sua loja virtual e se há abandono de carrinho.

7. SEO e conteúdo
Já conversamos sobre SEO e conteúdo em outros textos, mas para reforçar a importância do conteúdo, digo que ambos precisam estar alinhados. Isso é necessário, pois um bom conteúdo tem um SEO focado em ganhar posições no Google e com isso sua loja virtual será melhor posicionada nas buscas de palavras-chaves relacionadas aos seus produtos ou serviços.

8. Relacionamento
Com o conteúdo afinado é fácil trazer novos visitantes para a loja sem que eles percebam que estão em uma loja virtual. O conteúdo também irá ajudar a criar vínculos com o cliente e dar mais margem à assuntos de e-mail marketing e campanhas nas redes sociais.

9. Marketing digital
O marketing digital engloba os assuntos sete e oito e mais algumas etapas. Redes sociais, e-mail marketing e Google Adwords agregam, e muito, sua presença virtual na internet. Não adianta fazer lindos conteúdos se ninguém vê, compartilha ou curte.

Traçar estratégias com a equipe de marketing digital é muito importante para se saber onde a empresa quer chegar e como as ações estão impactando nas vendas e aquisição de leads maduros. O auxílio de uma empresa de marketing digital pode ser muito importante para dar à sua equipe uma visão mais ampla das ações que podem ser executadas.

10. Contato, suporte e pagamentos
Formas de entrar em contato com a empresa também são de extrema importância para as vendas. Ser rápido no atendimento pode sanar dúvidas e finalizar pedidos que poderiam ter sido abandonados por falta de informação.

Se sua empresa vende produtos que necessitem de suporte ou um serviço que precisa ser explicado ao comprador, certifique-se que você está fazendo um bom atendimento e que seus colaboradores sabem sanar as dúvidas que surgem.

Como já comentei, ali em cima, as formas de pagamento no carrinho de compra têm que estar de forma visível e clara ao comprador.

Intermediadoras de pagamento como o PagSeguro, Moip e Paypal são de extrema importância para quem não tem contrato direto com operadoras de cartão de crédito. Certifique-se que as integrações estão corretas e funcionando corretamente.

Para finalizar, uma loja virtual precisa de muitas etapas antes, durante e depois da compra. Se sua empresa tem uma loja virtual e está buscando mais vendas, fale agora mesmo com um especialista da Toulouse. Temos recursos e conhecimentos que com certeza vão proporcionar ótimos resultados!

Adicionar comentário

© 2018 ~ Desenvolvido por Toulouse Comunicação - (11) 4590.0103