Um mix de mídias em campanha publicitária atrai mais pessoas

O mix de mídias em uma campanha publicitária atrai mais pessoas

julho 12, 2018 por na categoria Planejamento de campanhas com 0 e 0

Usar várias mídias em uma campanha publicitária é uma estratégia para ter maior visibilidade

 

Ao criarmos uma campanha publicitária para um cliente, aqui na Toulouse sempre temos o cuidado de usar várias mídias para anunciar, com um mix, para que assim o resultado da campanha seja o melhor possível. Essa estratégia é usada porque nem sempre o público-alvo da empresa anunciante tem acesso a uma determinada mídia. Por exemplo, se uma parcela do público-alvo dessa empresa não costuma ler a revista Veja, podemos atingi-la através de anúncios em rádios ou canais de TV. Ou se descobrimos que uma outra parcela costuma ir para o trabalho de carro, mas não ouve nenhuma rádio, podemos partir para o uso de um outdoor na estrada em que ela passa diariamente.

A ideia é impactar o maior número de pessoas dentro do público-alvo.

O mix de mídias de uma campanha publicitária é uma estratégia que já é usada há muito tempo, por anunciantes, agências e profissionais de marketing. E desde o começo de seu uso, que pode ser tão antigo quanto a própria propaganda, os dois objetivos principais são:

  • atingir a maior parcela do público-alvo da empresa anunciante;
  • fixar a campanha na mente do público-alvo com a visualização repetida e constante dos anúncios.

 

Outra característica interessante sobre o mix de mídias é que as possibilidades também crescem com o passar do tempo. Antigamente as mídias principais eram as impressas, como cartazes e folhetos produzidos artesanalmente. Depois esse leque aumentou, com o surgimento da imprensa e da indústria gráfica, o que possibilitou a criação de novos materiais, novos recursos e novas formas de divulgação. Em eras mais recentes, tivemos o advento das mídias eletrônicas, como o rádio e a TV, o que aumentou a quantidade de mídias e também trouxe um alcance maior, massificado, para se atingir o público-alvo.

Depois foram surgindo outras mídias, sendo que a maioria foi apenas uma evolução das que já existiam, como as TVs internas em lojas e em elevadores, outdoors com recursos eletrônicos, veiculação em cinemas, etc. E na era mais recente, surgiu a internet, que causou um aumento espantoso na quantidade de mídias diferenciadas. Só para citar algumas delas, temos os sites de busca como o Google, as redes sociais, e-mails marketing, anúncios em grandes portais, entre outros. Ou seja, hoje temos as mídias impressas, eletrônicas e digitais, para citar apenas os 3 grandes grupos.

 

Assim como em qualquer campanha publicitária, o uso do mix de mídias vai depender de alguns fatores principais:

  • o público-alvo, que deve ser representado através das personas;
  • a região em que o público-alvo se encontra;
  • as mídias a serem utilizadas, de acordo com a detecção das que são mais consumidas pelo público-alvo;
  • os objetivos que a campanha deve cumprir;
  • estudos sobre a concorrência
  • o orçamento delimitado pela empresa.

 

Claro que existem muitos outros fatores, mas o que apresentamos aqui são os principais. De acordo com as estratégias de marketing e vendas, eles podem mudar ou outros serem acrescentados. Tudo vai de acordo com o objetivo da empresa em criar uma campanha publicitária.

 

E a sua empresa, anuncia em mídias? O retorno está como você esperava? Fale com um consultor em marketing da Toulouse e tire o maior proveito de suas campanhas publicitárias.

© 2018 ~ Desenvolvido por Toulouse Comunicação - (11) 4590.0103