O que é e para que servem as personas

outubro 5, 2017 por na categoria Estratégia com 0 e 0

Sendo bem prático, uma persona é um personagem fictício que representa o público-alvo ideal de uma empresa. A persona apresenta todas as características em comum que fazem parte desse público, como por exemplo:

  • faixa etária
  • sexo
  • classe social
  • localização demográfica
  • problemas e desafios enfrentados
  • metas e objetivos
  • hábitos de consumo
  • assuntos de preferência e canais mais utilizados para busca
  • atividades que realiza, tanto pessoal quanto profissionalmente
  • nível de instrução
  • cargo

Pode acontecer um erro ao pensar que personas e público-alvo são a mesma coisa, mas os conceitos e usos práticos são diferentes. Veja porquê em dois exemplos:

  • Público-alvo – mulheres de 25 a 50 anos, casadas, graduadas em direito, com renda mensal média de R$ 5.000.
  • Persona – Sandra é formada em direito a 6 anos, tem 37 anos, trabalha em um escritório de advocacia na parte trabalhista. Quer ter seu próprio escritório, por ser um objetivo traçado desde a época em que estava na faculdade. Ela lê revistas como Exame e Veja, e também assina newsletter da OAB e do Sindicato dos Advogados de São Paulo.

Com esses exemplos fica claro que o público-alvo tem aspectos muito abrangentes, podendo abarcar critérios que não são muito consistentes para todas as pessoas dentro do público. Fica mais claro com algumas perguntas bem simples: será que uma mulher de 25 anos consome o mesmo tipo de informação de uma de 50? Ou será que elas moram na mesma região? Ou possuem os mesmos interesses? Já as personas mostram, através de um personagem, as características essenciais desse público, onde a mulher de 25 anos lê artigos online em blogs e a de 50 prefere ler revistas impressas. Seguindo esses exemplos, o público-alvo, por ser genérico, acaba formando um grande grupo indefinido. Já no caso de personas, é possível criar várias, com características muito bem definidas, como por exemplo a Sandra que tem 37 anos e tem renda de R$ 5.000, e a Melissa, que tem 45 anos e renda de R$ 2.000. Essas diferenças criam segmentação, que são importantes para definir como trabalhar com cada persona.

A criação de personas é uma das tarefas mais importantes para as empresas, principalmente as que buscam maior retorno de investimento em comunicação, pois elas guiam as estratégias e ações de modo mais assertivo. É como olharmos para um conhecido e saber o que ele quer, quais suas preferências e necessidades. Desse jeito, fica muito mais fácil criar campanhas de marketing com a utilização correta de linguagem, mensagem, layout, canais de comunicação e outras características que vão impactar positivamente o público da empresa. Isso resulta em investimentos certeiros e maiores resultados nas campanhas, ou seja, maior economia e também maior retorno.

Você já deve ter percebido que para criar uma persona é preciso analisar os clientes da sua empresa de forma geral, para descobrir as características comuns entre eles. E isso inclui as negativas também. Tome cuidado para não buscar só as características que te agradam dentro de clientes perfeitos. O ideal é ver também os clientes que de alguma forma têm ou tiveram experiências negativas com sua empresa, pois dessa forma você consegue corrigir falhas e manter um relacionamento melhor com eles.

© 2018 ~ Desenvolvido por Toulouse Comunicação - (11) 4590.0103